Programa de Pós Graduação em Geografia - UERJ/FFP

Mestrado em Geografia: Produção Social do Espaço: Natureza, Política e Processos Formativos em Geografia

Linha de Pesquisa: Geografia e Relações de Poder

A constituição dessa linha de pesquisas tem como foco a relação entre política e território, que se manifesta no processo de produção do espaço geográfico e que necessita ser qualificada em todas as escalas e formas espaciais. As investigações buscam trabalhar as práticas sociais que organizam o território, procurando identificar os sujeitos em suas práticas históricas tanto nos espaços urbanos quanto nos agrários, bem como as formas de lutas e estratégias em defesa dos interesses de classes e grupos sociais. A linha articula pesquisas sobre as ações dos diferentes movimentos e agrupamentos sociais, focando as práticas dos grupos formal ou informalmente organizados, do Estado e das instituições que influem nas políticas de ordenamento e uso do território.

O foco nas práticas e na ação potencializa as investigações como sendo processos formativos, afinal, o saber geográfico no mesmo movimento em que nos auxilia a compreender nossa posição no mundo também informa nossas tomadas de posição nele. O objetivo desta linha é formar mestres em geografia sob uma perspectiva de compreensão crítica das relações de poder que engendram a produção do espaço (e são influenciadas por ele). Mestres em geografia que, independente de sua posterior posição na divisão técnica do trabalho (professores-pesquisadores na universidade, na escola, em órgãos, etc.) estejam munidos de referenciais analíticos voltados para a transformação social.

Neste sentido, também destacamos as análises do movimento histórico de produção do espaço, por meio da identificação das contribuições e interpretações desse processo pelas diferentes correntes do pensamento geográfico desde a sua institucionalização acadêmica. A história do pensamento geográfico se constituirá em importante referencial teórico-metodológico nesta linha, como forma de reconstituir os elos analíticos dos diferentes tempos e formas de interpretação da produção do espaço.

A linha de pesquisa proposta é integrada por investigadores que desenvolvem trabalhos de pesquisas sobre os movimentos e dinâmicas sociais na organização do espaço. Consequentemente, privilegiam uma perspectiva analítica em que consideram que na análise de qualquer realidade social as questões relativas à estruturação interna de seu território têm a máxima transcendência. Logo, destacamos o fato de que se, por um lado, as forças políticas dirigem a organização e ordenamento do território, por outro, o território influencia diretamente na política de gestão da sociedade. Portanto, estamos tratando da relação entre política e território, e consideramos que a base territorial é condição necessária para a existência de toda organização política.


Professores:

Catia Antonia da Silva

Denilson Araújo de Oliveira

Floriano José Godinho de Oliveira

Luiz Jardim de Moraes Wanderley

Marcos Cesar Araújo Carvalho

Nilo Sérgio D’ávila Modesto

Paulo Roberto Raposo Alentejano

Renato Emerson Nascimento dos Santos

___________________________________________________________________

 Linha de Pesquisa: Natureza e Dinâmica da Paisagem

O espaço geográfico é produzido pela interação sociedade-natureza que resulta num mosaico de paisagens na superfície terrestre. Essas diferentes paisagens são caracterizadas por uma intensa dinâmica, derivada de complexidades dos sistemas físicos e de distintas formas de apropriação da natureza. No âmbito da ciência geográfica, a dinâmica da paisagem reflete as interações existentes entre a organização socioespacial e a natureza. Nesse sentido, essa linha de pesquisa pretende priorizar o estudo das transformações da natureza relacionadas às atividades humanas, focalizando ambientes urbanos e agrários onde o nível de atuação humana nos geossistemas dá-se em diferentes magnitudes. Entendemos que essa linha de pesquisa constitui-se em um importante aspecto dos processos formativos em geografia, qualificando os discentes do programa para uma visão crítica sobre as transformações da natureza e o caráter dinâmico da paisagem.

Essa linha de pesquisa alimenta-se de projetos que visam o entendimento da dinâmica da natureza sob distintos graus de interação com a sociedade a partir da decodificação das interações sistêmicas e contraditórias relacionadas à produção do espaço geográfico. Para tanto, utiliza metodologias investigativas dos processos geobiofísicos e suas resultantes para a dinâmica da paisagem sob uma perspectiva geo-ecológica. Tal procedimento permite o desenvolvimento de pesquisas verticalizadas nas áreas temáticas relacionadas ao meio físico, especialmente em geomorfologia, pedologia e hidrologia, assim como de pesquisas integradas que tenham como base a dinâmica da paisagem com suporte da cartografia temática e do sensoriamento remoto.


Professores:

Ana Valéria Freire Allemão Bertolino

André Luiz Carvalho Silva

Luiz Carlos Bertolino
Maria Luiza Felix Marques Kede

Otávio Miguéz da Rocha Leão
Rodrigo Coutinho Abuchacra

Vinicius da Silva Seabra

____________________________________________________________________ 

 Linha de Pesquisa: Ensino de Geografia

A constituição dessa linha de pesquisa tem como foco a articulação conteúdo-método e currículo-didática no ensino de geografia em diferentes espaços e processos formativos. Isto implica na investigação das bases teórico-metodológicas e epistemológicas da geografia, inspiradas nas práticas educativas dos geógrafos-educadores em diferentes contextos formativos, com seus fundamentos conceituais e referenciais teórico-práticos. Contextualizadas no atual momento histórico e político, tais articulações supõem a unidade de aspectos ontológicos, epistemológicos e psico-pedagógicos que fundamentam a pesquisa sobre o ensino da Geografia e a educação geográfica; fundamentais ao questionamento do sentido e da metodologia do ensino, da aprendizagem da geografia e das propostas curriculares, indispensáveis a uma prática pedagógica consciente e crítica.

Essa linha de pesquisa tem como finalidade reunir, abrigar e estimular projetos de investigação sobre os conteúdos e métodos da geografia na pesquisa e no ensino - portanto, sobre a metodologia do ensino de geografia -, bem como sua organização curricular e didática na forma de um saber escolar. Envolve a tematização da geografia em diferentes níveis de ensino da escola básica, na formação de professores, na relação entre geografia e educação popular formal e não-formal. A proposta da linha de pesquisa - que tem como pressuposto a formação do professor-pesquisador em Geografia - prioriza a produção autônoma do conhecimento em diferentes processos formativos por meio da profunda valorização dessa relação teoria e prática com princípio orientador fundamental. Assim, os diferentes campos que compõem a linha de pesquisa são tomados como base de formação e fonte dessa nova forma de articulação entre teoria e prática. Teoria e Método aparecem como campo estruturador de vital importância no contexto da formação do professor-pesquisador, pois é neste campo que se constroem, na consciência, as orientações teórico-conceituais e metodológicas, relevantes à construção do conhecimento científico e na própria história do conhecimento geográfico. Mais do que discurso, os termos dessa teorização são conceitos, categorias e orientações de método que sustentam proposições teóricas, recortes analíticos, modelos, inferências e generalizações. Os estudos da natureza da geografia, da formação do pensamento geográfico e da história escolar da disciplina (história das disciplinas escolares) fazem parte dessa linha e de seu conjunto de perspectivas sobre a ciência geográfica e seu ensino.


Professores:

Ana Cláudia Ramos Sacramento

Charlles da França Antunes

Manoel Martins de Santana Filho

Marcos Antônio Campos Couto
Mario Pires Simão

Paulo Roberto Raposo Alentejano

Renato Emerson Nascimento dos Santos

Ruy Moreira

Vinicius da Silva Seabra